233.715 Biancas

Quando digo que nada vem do nada, é porque acabei de pensar que socializar, viver, conviver traz uma materialização do que a gente tá pensando para a realidade — louco isso, né?

carinha de quem vai dar uma viajada daquelas

Porém não inédito. Quando eu não estiver obcecada em escrever sobre outras coisas, poderei pesquisar quem pensou isso. Possivelmente Freud ou algum desses carinhas psi legais. Eu gosto, mas esqueço. (Desculpem)

Enfim, eu queria começar dizendo que eu queria escrever um texto sobre o que é ser mãe, na real, dias e dias e dias depois de me encontrar om a Bianca (me pego sempre pensando se é certo mencionar as conversas que tive com as pessoas. Vou só dizer Bianca, porque afinal, quantas Biancas tem no mundo?

Legal, acabei de descobrir que o IBGE tem um aplicativo de nomes.

233.715 Biancas no Brasil.

SP tem 1 Bianca a cada 182,53 pessoas.

Bem, encontrei Bianca, dentre as 24.337 Biancas do estado do Rio de Janeiro (facilitei para você?) e nos encontramos num argumento: eu não gosto de ser mãe.

uau, parei para pesquisar meu nome nesse treco e imaginem que só tem 49.020 Ligias no Brasil. Ai, gente…juro que já volto.

Mila, tem 4701 pessoas com o seu nome!

Thais, sei que você é ciumenta, mas temos outras 169.620 Thais — com agá — no Brasil. Xô ver sem agá… mais 202.516 pessoas. Ainda bem que os outros dois irmãos não tem instagram ou paciência de ler as merdas que eu escrevo.

Chega, agora é sério. Tô com sono…não vai sair o tal texto sobre a função mãe. Desculpem de novo. Uma hora acaba saindo.

Dica — e nota mental — as ideias do banho só são geniais no banho, principalmente se você toma banho antes de deitar.

É isso. Boa noite, mores.

Várias coisas

Entrei no banho com dois textos na cabeça.

Entenda, quando digo textos quero dizer duas ideias, dois caminhos. Às vezes só tem um, às vezes vários.

Talvez nem sejam textos, só vontade de esvaziar a cabeça de forma ordenada e linguisticamente aceitável. Tá parecendo o que para você?

Saio do banho correndo, passo um creme na cara (afinal já to mais no “enta” do que nos trinta) beijo o lindoh, que diz: tá inspirada?

Respondo: banho dá umas ideias. Vamos ver se é isso mesmo hahahaha

Parece que não, agora que eu sentei.

Pelo menos, não tô deixando o cursor piscando. Escrevi 103 palavras em 3 minutos. Bom número. Me digam onde posso anotar para concorrer a algum prêmio.

Fato é: talvez eu precisa escrever sobre o que eu tava pensando e não sobre um monte de merda sobre escrever.

Parece uma boa.

eu escrevo porque não sei o que penso até ler o que digo.❞ Flannery O’Connor